28/01 9:32

Governo investe mais de R$ 960 milhões em cidades do Plano Mais IDH

Escola Digna é uma das ações do Plano Mais IDH. (Foto: Divulgação)

O Plano Mais IDH é uma iniciativa do Governo do Maranhão que tem como objetivo retirar da extrema pobreza as 30 cidades de menores Índices de Desenvolvimento Humano do Estado. Desde 2015, o governo tem investido mais de R$ 960 milhões nesses municípios. São ações que levam saúde, educação, moradia, infraestrutura, agricultura familiar e saneamento básico aos milhares de maranhenses que vivem nesses lugares.

“O governo Flávio Dino trabalha de forma integrada para levar mais justiça social, qualidade de vida e melhores oportunidades nos municípios do Plano Mais IDH, fazendo com que o desenvolvimento chegue a todas as regiões e aos que mais precisam”, destacou o secretário da Infraestrutura, Clayton Noleto.

Educação

O programa Escola Digna, desde 2015, já construiu, reformou e/ou ampliou mais de 800 prédios em todo o Maranhão. Nos municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humano, o governo está investindo na construção de 88 escolas de duas, quatro ou seis salas. Desses novos prédios, 41 já foram entregues e estão em funcionamento, outros 21 estão em andamento e mais 26 a iniciar. As obras substituem lugares de taipa e de barro onde eram administradas as aulas. As novas escolas possuem salas, cadeiras, lousas, pátio, cozinha industrial e banheiros adaptados.

“Com investimentos importantes no Plano Mais IDH, em quatro anos ele conseguiu assistir com condições básicas pessoas que há anos estavam no esquecimento. Nesse período, pudemos presenciar milhares de pessoas que pela primeira vez tiveram acesso à educação, saúde, saneamento, dentre tantas outras ações importantes que são executadas em diversos municípios maranhenses que figuram entre os menores IDH’s do país. A exemplo da educação, vimos escolas chegando em lugares que antes não existia nada, presenciamos a emoção de milhares de pessoas que passaram décadas na escuridão do analfabetismo e hoje são alfabetizadas, graças ao Sim, Eu Posso!”, destacou o secretário de Estado de Educação (Seduc), Felipe Camarão.

Em Jenipapo dos Vieiras, um dos municípios do Mais IDH, o governo entregou três escolas nas aldeias indígenas Raimundão, Boa Vista e Montanha Nova que, juntas, possuem 59 famílias. A estrutura de cada escola atende, em média, 50 alunos e conta com salas, cozinha, despensa, banheiros adaptados e setor administrativo. “Nosso sonho era de ter um colégio de qualidade para nossas crianças. ‘De primeiro’, caía os pedacinhos de taipa por cima dos alunos. Nós sempre pensávamos: um dia o Estado vai ver isso”, contou o cacique Leodino Guajajara.

Além do programa Escola Digna, o governo, em parceria com o Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Sem Terra (MST,) atua nesses municípios com o programa ‘Sim, eu posso!’ para alfabetização de jovens, adultos e idosos. O programa foi destaque nacional ano passado por alfabetizar mais de 20 mil maranhenses.

Mais mobilidade urbana

Já o programa Mais Asfalto requalificou mais de 180 quilômetros de ruas nos municípios de menor desenvolvimento humano. A ação, alinhada com o programa Caminhos da Produção, que doa motoniveladoras (patrol), tem ajudado os pequenos agricultores a escoar sua produção e aumentar a renda de casa. Ao todo, já foram 12 motoniveladoras entregues.

Rodovia que liga Lago da Pedra a Lagoa Grande. (Foto: Divulgação)

Além da requalificação de ruas e aberturas de novas vicinais, o governo, também, está pavimentando 11 rodovias que cortam municípios pertencentes ao Plano Mais IDH. A MA-245, por exemplo, interliga os municípios de Lago da Pedra a Lagoa Grande e beneficia mais 15 povoados nos 65 quilômetros de extensão. A nova rodovia fará, ainda, conexão com as estradas até os municípios de Itaipava do Grajaú e Barra do Corda. Essa é a primeira vez que a estrada recebe pavimentação asfáltica e dos 65 quilômetros, 60 já receberam revestimento e mais cinco pontes de concretos estão em construção.

O lavrador Luís Carlos mora em Lago da Pedra e conta que a pavimentação da estrada facilita o encontro com o filho que mora em Lagoa Grande. “Essa estrada ficou boa para nós. Eu tenho um filho que foi trabalhar de professor e hoje mora lá [em Lagoa Grande] e para ele vir nos visitar era muito difícil porque ele vinha era de moto. Essa estrada aqui ajuda muito”, comemorou.

Saúde

Na área da saúde, o governo construiu hospitais de 20 leitos em Amapá do Maranhão, Cajari e São Roberto. Os novos hospitais, somados às ações da Força Estadual de Saúde (Fesma), têm como objetivo ampliar a rede de atendimento a essas pessoas que ficaram por muito tempo sem acolhimento básico de saúde.

O Hospital Municipal de Cajari, que foi construído e equipado pelo Governo do Estado, com investimentos de R$ 6 milhões, possui 20 leitos de internação; centro cirúrgico; sala de parto e observação; laboratório e raio-x. São atendidas as especialidades clínica médica, cirúrgica, pediátrica e obstetrícia. “Com o hospital aqui melhora muito para todos nós, a gente não precisa se deslocar para São Luís ou Monção isso é muito bom”, comentou a pescadora Hélia Marques.

Mais IDH

Fachada do Hospital construído no município de Cajari. (Foto: Divulgação)

As ações do plano Mais IDH são desenvolvidas de forma integrada. Aproximadamente 12 secretarias e órgãos do executivo estadual integram os grupos de trabalho que devem implementar as políticas públicas de forma específica e regionalizada. Além disso, os comitês de gestão municipal, compostos de representantes do poder público local e da sociedade civil, acompanham desde a proposição das ações até sua aplicação, participação popular, que é um dos pilares do Mais IDH.

“Entre as ações nos municípios de menor IDH, uma que se destaca é a infraestrutura que retira as pessoas do isolamento, tem possibilitado a mobilidade de pessoas e negócios e, com isso, contribuído com articulação da dinâmica estadual. Soma-se a essas ações iniciativas na saúde, educação e saneamento básico. O conjunto dessas ações demonstra o compromisso do governo em enfrentar a extrema pobreza com políticas públicas”, comentou o secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Francisco Gonçalves.

Os projetos foram divididos em áreas como educação, produção, trabalho e renda, saúde e saneamento, infraestrutura, dentre outros, que resultaram na aplicação de programas como o Escola Digna, Mais Asfalto, Mais Saneamento.

Fazem parte do Plano Mais IDH as seguintes cidades: Fernando Falcão, Marajá do Sena, Jenipapo dos Vieiras, Satubinha, Água Doce do Maranhão, Lagoa Grande do Maranhão, São João do Carú, Santana do Maranhão, Arame, Belágua, Conceição do Lago-Açu, Primeira Cruz, Aldeias Altas, Pedro do Rosário, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto, São João do Sóter, Centro Novo do Maranhão, Itaipava do Grajaú, Santo Amaro do Maranhão, Brejo de Areia, Serrano do Maranhão, Amapá do Maranhão, Araioses, Governador Newton Bello, Cajari, Santa Filomena do Maranhão, Milagres do Maranhão, São Francisco do Maranhão e Afonso Cunha.

Contatos

contatos

Endereço:

Av. Jerônimo de Albuquerque, s/n, Ed. Clodomir Milet, 3º andar, Calhau

CEP: 65051-200 – São Luís-MA

Fones: (98) 3218-8055 / 3218-8044
Fax: (98) 3218-8037

Localização

localização

Click to open larger map

Powered by Google Maps Widget