20/05 9:30

Plano Mais IDH transforma Educação do Maranhão

Bolsa Escola ajuda famílias do Mais IDH. (Foto: Divulgação)

Bolsa Escola ajuda famílias do Mais IDH. (Foto: Divulgação)

Três anos e meio após ser lançado, o Plano Mais IDH – iniciativa criada pelo Governo do Estado para reverter e elevar os Índices de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) nos 30 municípios com indicadores sociais mais frágeis do Maranhão – acumula uma série de resultados nas mais diversas áreas, como a da saúde e do desenvolvimento econômico e social.

Além de conquistas inéditas, como a redução da mortalidade infantil dos municípios atendidos pelo projeto, investimentos importantes têm marcado as mudanças levadas à educação, tanto para melhoria da estrutura física de escolas, quanto para o apoio aos alunos e reversão do analfabetismo histórico, por anos registrados no Estado.

Criando novas condições para o ensino e a aprendizagem dos estudantes do Estado, o Governo garantiu a construção, reconstrução e reforma de mais de 750 colégios a partir do Programa Escola Digna, em em mais de 200 cidades.

“Estamos onde jamais o Governo do Maranhão esteve. Estamos em muitas cidades, pela primeira vez, levando uma ação, uma política pública justa, aquela que decide o destino de gerações, a educação”, destacou o governador Flávio Dino.

Entre os municípios com os menores índices de desenvolvimento, o Escola Digna tem construído colégios de alvenaria em substituição às estruturas improvisadas de taipa, palha, galpões ou outros estabelecimentos considerados inadequados pelo Ministério da Educação.

Já são 27 das 30 cidades com entregas e obras do Escola Digna. Isso representa 90% do total dos municípios incluídos no Plano Mais IDH.

Professores preparados

Os investimentos em estruturas de qualidade têm garantido, além do bem-estar e proximidade dos alunos, novas perspectivas ao corpo docente, capacitados durante a etapa de reorganização da rede de ensino. Por meio do assessoramento técnico-pedagógico das secretarias municipais de educação, o Programa tem apoiado, ainda, o aprimoramento, melhoria e qualificação do processo educativo em todo o Estado.

Uma delas é Maria das Dores Cesar Quirino, professora da Escola Municipal de Educação Básica Boa Esperança, instalada no povoado Bacabal, em Fernando Falcão, e conta que a mudança não é só de estrutura. “Vai mudar tudo porque a gente trabalha em uma estrutura muito fraca, as crianças não têm espaço e temos que improvisar a separação de turmas para que eles não fiquem sem aulas. A nova escola, como o nome diz, trará dignidade para alunos e professores”, diz a professora.

Sim, Eu Posso! vem reduzindo analfabetismo. (Foto: Handson Chagas)

Sim, Eu Posso! vem reduzindo analfabetismo. (Foto: Handson Chagas)

Sim, Eu Posso!

Levados aos assentamentos e povoados de 15 municípios maranhenses que integram o Plano, o Programa Sim, Eu Posso! contou com o apoio de 1.300 educadores para levar o domínio do alfabeto e o ensino do abecê a 27 mil pessoas, entre jovens, adultos e idosos maranhenses. Atualmente em sua segunda fase de realização, o programa tem auxiliado os novos estudantes a conquistarem mais saúde, realizando consultas oftalmológicas gratuitas e a distribuição de óculos àqueles que precisam do apoio das lentes para seguir com o aprendizado: já são mais de 11 mil armações distribuídas.

A ação tem impacto direto na vida da comunidade. “Meu sonho é aprender a ler a Bíblia. A gente fica envergonhado porque não sabe ler”, diz Maria Raimunda, nova aluna do Sim, Eu Posso! que agora planeja participar das missas com autoestima e dignidade renovadas.

Outra iniciativa para reduzir o analfabetismo no Estado vem sendo realizada em parceria com o Ministério da Educação e Cultura. Iniciado em 2015, o Programa Brasil Alfabetizado reuniu 1.100 professores, de 18 municípios, para que 10 mil alunos de comunidades carentes de recursos e de aprendizado tivessem acesso ao mundo das letras. Juntos, Brasil Alfabetizado e Sim, Eu Posso! têm mais de R$ 38 milhões em investimentos, e seguem em execução, para encerrar o ciclo de descaso registrado no Estado.

Material escolar

Para garantir a permanência dos alunos nas salas de aula, desde 2016, auxílios anuais direcionados pelo Bolsa Escola têm apoiado estudantes e suas famílias na compra de materiais didáticos, como livros e cadernos. Nos municípios que integram o Plano Mais IDH, o projeto garantiu o beneficiamento de mais de 95 mil alunos, com o repasse de mais de R$ 9 milhões a estudantes dos 30 municípios selecionados. Ciclo que beneficia diretamente estudantes e garante, também, o incremento na renda das famílias cadastradas.

As transformações levadas às cidades podem ser traduzidas também na entrega de 50 mil uniformes, doados a alunos da rede estadual de ensino, e de 30 ônibus escolares, entregues a cada uma das cidades que integram o Plano Mais IDH. Ainda fazem parte do esforço a instalação de 150 Bibliotecas Rurais, ampliando o acesso à leitura, e a realização de aulões preparatórios para o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

Buscando atender demandas de formação local, para também melhorar indicadores econômicos e sociais do Maranhão, o Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) levou cursos nas áreas de agricultura, horticultura, culinária, língua inglesa, artesanato, panificação e corte e costura a todos as cidades integrantes do Plano, ajudando na profissionalização de quase 3,5 mil jovens do Estado.

Plano Mais IDH

O Plano Mais IDH é uma das principais ações de políticas públicas propostas pelo Governo do Estado para elevar os Índices de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) nos 30 municípios que apresentam as menores taxas do Maranhão. Realizado a partir da execução de diferentes programas, o Plano Mais IDH propõe melhorias em áreas como educação, produção, trabalho e renda, saúde, saneamento e infraestrutura.

Atualmente, integram o Plano Mais IDH  os municípios de Afonso Cunha, Água Doce do Maranhão, Aldeias Altas, Amapá do Maranhão, Araioses, Arame, Belágua, Brejo de Areia, Cajari, Centro Novo do Maranhão, Conceição do Lago-Açu, Fernando Falcão, Governador Newton Bello, Itaipava do Grajaú, Jenipapo dos Vieira, Lagoa Grande do Maranhão, Marajá do Sena, Milagres do Maranhão, Pedro do Rosário, Primeira Cruz, Santa Filomena do Maranhão, Santana do Maranhão, Santo Amaro do Maranhão, São Francisco do Maranhão, São João do Caru, São João do Sóter, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto, Satubinha, Serrano do Maranhão.

Escola Digna Sergio Dutra Reis, em Marajá do Sena. (Foto: Divulgação)

Escola Digna Sergio Dutra Reis, em Marajá do Sena. (Foto: Divulgação)

Contatos

contatos

Endereço:

Av. Jerônimo de Albuquerque, s/n, Ed. Clodomir Milet, 3º andar, Calhau

CEP: 65051-200 – São Luís-MA

Fones: (98) 3218-8055 / 3218-8044
Fax: (98) 3218-8037

Localização

localização

Click to open larger map

Powered by Google Maps Widget