04/02 17:14

Governo faz reparação histórica ao entregar escolas de Ensino Médio onde antes não existia

Centro de Ensino Henrrique de Lá Roque, em São Pedro da Água Branca ( Foto divulgação)

Centro de Ensino Henrrique de Lá Roque, em São Pedro da Água Branca ( Foto divulgação)

Percorrer longas distâncias para estudar, ter as salas cheias e ainda divididas com outros alunos da rede municipal, essa era a realidade de cerca de dois mil alunos do Ensino Médio das cidades de Centro Novo, São João do Caru, São Pedro da Água Branca, São Roberto e Marajá do Sena, antes da construção de novos prédios escolares pelo Governo do Estado.

As dificuldades não paravam por aí, o ambiente insalubre prejudicava o aprendizado. “Antes as salas eram mais cheias. Toda a turma em um só turno, à noite”, afirmou a Mariana Bezerra, aluna do 3º ano, do Centro de Ensino Professora Conceição Brenha Raposo, em São João do Caru.

Em maio de 2017 essa realidade mudou para os 600 alunos de Ensino Médio do município, quando foi entregue, pelo governador Flávio Dino, o prédio novo, amplo e completo para o aprendizado dos jovens. “A construção de um prédio próprio do Governo do Maranhão, onde não há escolas da rede, representa o compromisso do governador Flávio Dino com a educação maranhense, que acumulou problemas ao longo de décadas. Além de proporcionar melhores condições para o ensino e a aprendizagem, esses prédios escolares irão impactar na qualidade da educação e na escolaridade dos municípios”, destacou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

C.E João Teixeira de Sousa, em Centro Novo do Maranhão

C.E João Teixeira de Sousa, em Centro Novo do Maranhão

Já para a comunidade escolar do Centro de Ensino João Teixeira de Sousa, em Centro Novo do Maranhão, inaugurada em março de 2017, ter um prédio próprio trouxe identidade para a escola. “Nós esperávamos muito por isso, pois os alunos da rede estadual dividiam o espaço com alunos da rede municipal na escola Denizard Almeida e Silva, que abriu as portas para nós. Mas, ter um prédio próprio traz identidade para a nossa escola e nos deixa mais à vontade e feliz”, revelou o professor Venâncio Barros Correia, gestor geral da escola.

Na cidade de São Pedro da Água Branca, o Centro de Ensino Henrique de La Roque chegou para pôr fim à peregrinação de mais de 20 anos dos estudantes por prédios cedidos. Além disso, não tinha água gelada, a energia não era boa para fazer os ventiladores funcionarem, e todos os estudantes sofriam muito com isso. Para a aluna Vanessa Carlos, do 1° ano, o prédio novo com salas com ar condicionado veio para dar um certo alívio. “Ajuda a gente até a pensar melhor, porque no calor não tem como pensar de jeito nenhum, vai ser muito bom para nós estudarmos nessa nova escola”, agradeceu.

Em São Roberto, os banheiros compartilhados eram o que mais incomodava os quase 230 alunos. “O banheiro era a pior parte, a gente chegava à tarde e o banheiro já ‘tava’ sujo pelas crianças da manhã, por mais que limpassem ficava muito ruim de usar depois”, ressaltou a jovem Maysa Pereira Silva, que cursa o 3º ano no Centro de Ensino Professora Gracilde Lima, no município de São Roberto.

Agora, com o prédio novo e dotado de espaços próprios e equipados, os alunos ficam ansiosos para usufruir ao máximo. “As expectativas são as melhores. Eu ‘tô’ muito feliz. Uma das melhores sensações do mundo é estudar em um prédio totalmente nosso”, enfatizou João Marcos, aluno do 3° ano.

C.E Sergio Dutra Reis, em Marajá do Sena

C.E Sergio Dutra Reis, em Marajá do Sena

Já em Marajá do Sena, o Centro de Ensino Sérgio Dutra dos Reis, entregue em janeiro de 2018, acolhe estudantes do anexo Centro de Ensino Rui Barbosa e atende os anseios dos alunos que antes passavam até três dias sem ir às aulas por conta das péssimas condições estruturais do prédio anterior.

“Quando chovia alagava tudo, perdemos por diversas vezes material didático e até computadores por conta das condições precárias do antigo prédio”, conta a professora de Língua Portuguesa da escola, Silvania Dias.

Para Cíntia Karoline Vale Sousa, aluna do 3º ano do Ensino Médio, a construção da nova estrutura é a realização de antigo sonho. “Desde o 1º ano do Ensino Fundamental estudava na antiga escola, cuja estrutura não era adequada. Com esse novo prédio, sei que posso ter uma educação melhor. Essa nova escola abriu não só os meus horizontes, mas o de todos os outros alunos”, concluiu Cíntia.

“O Governo do Maranhão está fazendo uma reparação histórica. Escolas que antes não tinham prédios próprios, agora tem. Compromisso firmado e cumprido pelo governador Flávio Dino”, enfatizou o secretário Felipe Camarão.

Contatos

contatos

Endereço:

Av. Jerônimo de Albuquerque, s/n, Ed. Clodomir Milet, 3º andar, Calhau

CEP: 65051-200 – São Luís-MA

Fones: (98) 3218-8055 / 3218-8044
Fax: (98) 3218-8037

Localização

localização

Click to open larger map

Powered by Google Maps Widget