17/02 12:21

Avança serviço de revitalização do Forte Santo Antônio

Área externa do Forte Santo Antônio está sendo restaurada e urbanizada. (Foto: Jorge Ribeiro/Sinfra)

Iniciada em outubro do ano passado, a obra de revitalização do Forte Santo Antônio, na praia da Ponta d’Areia, em São Luís, está em pleno andamento, com ações nas edificações que compõem a estrutura e a área externa. Realizada pelo Governo Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), o serviço de revitalização está recuperando e urbanizando toda a área em volta desse importante monumento histórico-arquitetônico. No local será instalado um centro cultural, com um museu de embarcações maranhenses e um memorial, que integrará o complexo de turismo do Espigão Costeiro.

Exemplar único da arquitetura militar no Maranhão, o Forte Santo Antônio foi construído no século XVII para defender a cidade de ataques pelo mar. Ao longo do tempo, teve outros usos, sendo o mais recente, o de sede de um grupamento do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA). Há alguns anos estava desocupado. Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 1975, o imóvel é formado por três edificações, um farol e uma muralha, além de canhões, sendo alguns remanescentes do século XVII.

Atualmente, os dois prédios maiores estão recebendo novo piso e revestimento nas paredes, de acordo com as recomendações do tombamento. O telhado está sendo refeito. A estrutura que sustentava o farol, construída em Paris no século XIX, será restaurada, assim como os canhões. O projeto foi aprovado pelo Iphan, que fiscaliza todas as etapas do trabalho. “Estamos reaproveitando o que ainda está em boas condições e vamos fazer uma reconstituição dessa fortaleza do século XVII, que vai mostrar como era a obra original”, explicou Alcindo Costa Filho, engenheiro da Sinfra.

Além dos serviços de engenharia, estão sendo feitas prospecções arqueológicas, por enquanto apenas na área externa e na muralha. O trabalho tem a preocupação de trabalhar com elementos que indiquem como era o traçado original da muralha e do forte e as intervenções realizadas ao longo do tempo. Responsável pela pesquisa, o arqueólogo Ulysses Pernambucano de Mello Neto explica que já é possível estabelecer a altura das muralhas originais e os pontos onde houve supressões e acréscimos na construção. Alguns trechos da muralha foram reerguidos na década de 1980.

Área externa do Forte Santo Antônio está sendo restaurada e urbanizada. (Foto: Jorge Ribeiro/Sinfra)

Pesquisa arqueológica

Por meio de pesquisa arqueológica que está sendo realizada no local foram encontrados elementos que indicavam a data, local e responsáveis pela encomenda e pela fundição dos canhões do forte, que serão restaurados. Nos dois prédios e no paiol, as prospecções buscarão identificar o traçado original e onde houve interferências. “Esse forte cilíndrico não é comum no Brasil, são edificações típicas de uma época e de uma situação, concebidas para alvos móveis, que eram os navios, e essa forma arredondada permitia o movimento de peças de artilharia com muito mais flexibilidade do que os fortes quadrangulares, em ângulos retos”, explicou o arqueólogo.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, destaca que esse é um trabalho que exige todo um cuidado de pesquisa histórica e restauração. “Esse é um investimento do Governo do Estado na revitalização do patrimônio histórico e arquitetônico de São Luís, que vai também incentivar a cultura e o turismo”, afirmou Clayton Noleto.

Contatos

contatos

Endereço:

Av. Jerônimo de Albuquerque, s/n, Ed. Clodomir Milet, 3º andar, Calhau

CEP: 65051-200 – São Luís-MA

Fones: (98) 3218-8055/ 3218-8044
Fax: (98) 3218-8037

Localização

localização

Click to open larger map