13/02 17:37

Mercado do Peixe, em São Luís, passará por reforma estrutural

Mercado Peixe em São Luís. (Foto: Divulgação/Sinfra)

Um dos patrimônios públicos de São Luís, o Mercado do Peixe vai receber do Governo do Maranhão reforma estrutural e urbanização do entorno. O secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, em vistoria recente ao local, conversou com os feirantes, ouviu sugestões e anunciou que o ambiente será revitalizado para garantir comodidade aos visitantes, consumidores e trabalhadores.

As intervenções no Mercado do Peixe serão realizadas em duas etapas. A primeira, na área interna, contempla a troca do piso, reforma da rede hidráulica e a revisão na estrutura elétrica, serviço que faz parte das solicitações dos feirantes, pois já aconteceram problemas como curto-circuito nas tomadas. Outra solicitação está relacionada aos banheiros que funcionam de forma precária. Na parte externa, o Governo do Estado vai discutir o projeto com a participação da associação dos profissionais que atuam no mercado para a realização da urbanização do entorno para oferecer uma nova estrutura adequada, principalmente para receber visitantes e clientes.

“Nós vamos revitalizar o mercado que terá uma estrutura e uma arquitetura renovada; com isso, nós vamos melhorar o atendimento ao público e a qualidade no ambiente de trabalho dos feirantes. Essa intervenção é um sonho antigo, não apenas da comunidade que exerce atividade comercial aqui, mas de toda a cidade de São Luís e Região Metropolitana”, afirmou o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto. Ele ressaltou que o serviço contribui, inclusive, para o turismo. “O turista que vem à Ilha tem bastante interesse e curiosidade de conhecer o mercado do peixe que é uma tradição da cidade”.

Um dos principais problemas no mercado está relacionado ao esgoto. O Governo do Estado vai realizar uma canalização na área do entorno para que o mercado seja um local adequado para o exercício dessa atividade comercial. A ideia é recuperar a imagem do Mercado do Peixe tirando focos de poluição. O riacho que passa próximo ao mercado será saneado, evitando problemas como o mau cheiro e a aglomeração de urubus.

Feirante Francisco Martins acha que a reforma vai atrair mais cientes. (Foto: Divulgação/Sinfra)

Na segundo etapa da obra, a proposta é construir uma praça interligando o Mercado do Peixe, que fica na área do aterro do Anel Viário, ao Centro Histórico, nas proximidades dos bairros do Desterro e Portinho. O feirante Francisco Martins, que chega bem antes do dia amanhecer ao mercado, acredita que o movimento pode ser melhor com um ambiente mais adequado para receber aos clientes. “Aqui está precisando de uma reforma geral, em tudo, telhado, piso, em tudo. Os clientes reclamam, falam que o mercado está abandonado”.

A trabalhadora Fernanda Lopes disse que trabalha no mercado desde o início, há 22 anos com a venda de comida. Ela ficou feliz em saber da reforma que será iniciada pelo Governo do Estado e aproveitou para falar sobre as necessidades no local. “A situação do mercado está ruim. Em relação à estrutura física precisa mesmo até porque daqui a pouco o inverno vai aumentar. Acho que precisa ser feito novamente novas instalações elétricas e hidráulicas, principalmente no banheiro, que é o mesmo de quando o mercado foi entregue, nada nunca foi mudado. O piso aqui fora está todo danificado”.

Mercado Cidade Operária

O mercado do Peixe, no Centro de São Luís, não é único que receberá investimentos do Governo do Maranhão. Após inserir o Hortomercado da Cidade Operária no programa de feiras e mercados da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), o Governo do Estado avançou mais um passo para a revitalização do mercado, com a conclusão do projeto de reforma.

Técnicos da Sagrima, da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) e da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento de São Luís (Semapa) discutiram os últimos detalhes do projeto no final de janeiro e apresentaram aos feirantes e comerciantes do local no início de fevereiro.

Para o secretário Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues, a iniciativa do Governo vai melhorar a qualidade de vida da população do bairro. “A realização desta obra é uma demanda histórica dos feirantes, e, principalmente, dos moradores da Cidade Operária. É uma grande ação que iniciará um novo ciclo na comercialização da nossa cidade”, disse.

Ao todo, são duas edificações, o prédio principal, de 2567 m² e um galpão, de 1632 m², que passarão por reforma, adaptações, uma pequena expansão e algumas alterações estruturais.

Com a mudança, o mercado terá boxes adequados para o comércio de produtos de origem animal e vegetal, lanches, hortifrutis e outros itens, de acordo com o cadastro feito pela Sagrima assim que assumiu a demanda.

“A intervenção do Governo do Estado acontecerá em diversos âmbitos, como infraestrutura, segurança e saúde pública. Após mais de 30 anos, os feirantes e usuários do mercado passarão a ter condições salubres para comercializar e consumir alimentos”, disse o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser.

A expectativa é de que as obras sejam iniciadas ainda no primeiro semestre de 2017 e Dona Maria José Souza, comerciante da região, está otimista e cheia de expectativas. “Há 30 anos esperamos por essa reforma. Estou otimista. Acredito que com uma ação conjunta a gente consiga uma solução para o local”, ressaltou.

Contatos

contatos

Endereço:

Av. Jerônimo de Albuquerque, s/n, Ed. Clodomir Milet, 3º andar, Calhau

CEP: 65051-200 – São Luís-MA

Fones: (98) 3218-8055 / 3218-8044
Fax: (98) 3218-8037

Localização

localização

Click to open larger map

Powered by Google Maps Widget